O Anjo

O Anjo

Tempos obscuros que vivemos atualmente

Luz inibida pelas trevas
E quando achava que não havia mais esperança
Eis que surge um anjo

Um belo anjo, o mais belo que já conheci
ao surgir deste anjo o silencio foi absoluto
as armas cessaram, ainda há esperança

Seu brilho equiparado a luz solar
por onde passava deixava a paz
meu mundo voltou a brilhar
e eu voltei a ver a luz

Não importa mais o quão escura seja a noite
pois pela manhã eu o verei novamente
e todas as trevas sumirão

Não importa onde esteja
quando o anjo surge só tenho olhos para ele
esqueço de tudo, meus pensamentos somem
eis que a paz toma conta do meu corpo

Pensamentos antes vazios
agora são preenchidos de ideias
expresso agora os meus sentimentos com as palavras
palavras simples mas verdadeiras

Um dia espero ser reconhecido como heroi e
poder morar com o anjo no olimpo,
se assim for eu serei completo
e o silencio absoluto se transformará em palavras de amor,
enquanto sou um mero mortal, só me resta escrever e esperar.

K.F.C.

Anúncios

~ por @Calazani em 5 março, 2009.

Uma resposta to “O Anjo”

  1. Liiiindo! *.*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: